Os sobrinhos na visão da Tia Véia.

Finalmente os meus sobrinhos remelentos me deram a chance de dizer o que eu acho sobre essa coisa toda de ser artista. O que eu acho? Palhaçada! Ninguém deu pros estudos, passaram anos vagabundeando e fazendo barulho dentro de casa com a desculpa de que um dia iam ganhar dinheiro fazendo isso. Como tem trouxa para tudo nesse mundo, que não te conhece que te compre, cambada!

Migre (Vocal)

Encontrado na porta da casa da Tia, foi aceito no jardim de infância aos 8 anos (orgulho da família!) e suas principais influências musicais foram "A dona aranha subiu pela parede" e "Banho é bom" do rato de massinha. Cantou na paróquia por três anos, até ser expulso por fazer trocadilhos de cunho sexual com o rito de entrada da missa de domingo.

Marimba (Guitarra)

Abandonado junto com Migre, aos 16 vendeu o cachorro da família (só porque não tinham uma vaca leiteira) e comprou uma guitarra velha na feira de Acari (só porque não achou feijões mágicos). Nunca foi muito bom em encontrar coisas.

Vitor Pimpão (Teclado/Guitarra)

Após ser expulso dos Lobinhos de Irajá por conduta imprópria, nosso ursinho pimpão, decidiu ser um artista performático. Acabou tecladista/guitarrista na banda dos sobrinhos para desespero da Tia que via, sabe Deus como, nele sua última chance de ter um sobrinho normal.

Diego (Baixo)

Abandonado pela mãe, quando tinha apenas 19 anos, hoje, criado pela Tia Véia, sempre foi o mimadinho da titia, o que pode tudo, menos, usar a camisola da sorte da Tia, ganhou um ukelele e cismou que sabia tocar baixo, e a Tia ainda acha que ele tinha futuro!

Edu Trackinas (Batera)

Salvo pelo gongo de ser linchado pelas beatas depois de comer todos os pães bentos na festa de santo Antônio. Passou a infância batendo em tudo com duas varetas. Desde o gato da vizinha até as cabeças dos irmãos. Atualmente é um baterista muito bom, principalmente quando se leva em consideração que ele nunca conseguiu se livrar dos oxiúros.

MB Arthur (Baixista, Tecladista, Guitarrista, trapezista e Taxista)

Depois de escapar de linchamento, após performance bizarra de Mulher Barbada no circo de Oiapoque, MB Arthur veio parar no Rio de Janeiro para tentar a vida como motorista de aplicativo. Em sua primeira viagem conheceu Marimba, que de saco cheio de tocar as mesmas músicas há 10 anos, convenceu MB a trocar de lugar... Hoje MB passa fome com a vida de músico de banda de rockcomédia e Marimba desfruta férias em algum lugar bem distante do país.

Os Sobrinhos da Véia no Youtube
 

Os Sobrinhos da Veia entraram de vez no mundo do humor além das suas músicas. Inscreva-se no Canal dos Sobrinhos no Youtube e receba, no seu e-mail, notificações de vídeos de humor produzidos pela essa trupe.

Fique por dentro
Parceiros
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • YouTube B&W
Hospedagem profissional (domínios)

Copyright © 2010 Banda Sobrinhos da Véia

 

Aluguel de fantasias
Aqui toca Sobrinhos da Véia

Principais Rádios que tocam o som irreverente da banda Sobrinhos da Véia.